13 de xul. de 2017

CAMINHA

CINEMA

Boletim da Sessão nº 303

"Solaris", de Andrei Tarkovsky (1972)

Sexta-feira, 07 de julho às 21:45 no Auditório do Museu Municipal de Caminha


Locus Cinemae / Caminha

 Existem muito poucos, ou quase nenhuns, pontos de contacto entre o “Solaris” de Soderbergh e o filme que Andrei Tarkovski realizou em 1972. O mais sensato é constatar que estamos perante dois objectos distintos, apesar de terem sido adaptados do romance de ficção científica do polaco Stanislaw Lem.
 Podemos, então, começar por recordar que “Solaris”, de Tarkovsky, foi encarado, à época, como a resposta da URSS a “2001: Odisseia no Espaço” de Kubrick. É verdade que nos finais da década de 60 e princípios da de 70 (período da guerra fria e da corrida ao espaço) ocorria uma desenfreada competição entre os EUA e a antiga URSS em todas áreas – política, científica, económica, militar e artística. Até é provável que Tarkovski tenha visto o filme de Kubrick antes de realizar “Solaris”, quando aquele foi exibido no Festival de Cinema de Moscovo, em 1969, e convém referir que ambas as obras abordam a temática de viagens interespaciais que culminam com uma epifania de natureza filosófica e religiosa, através do encontro com uma transcendente forma de inteligência alienígena. Mas as semelhanças terminam por aqui. (…)
 Embora não esteja ao nível das suas melhores obras, continua a ser o filme mais popular de Tarkovski e tem algumas das mais assombrosas sequências da sua filmografia (o inolvidável plano final, em que a câmara descreve, através de efeitos especiais, um trajecto picado, ascendendo desde o solo até às nuvens, ou da terra ao céu, para nos revelar o derradeiro destino de Chris Kelvin).”


FICHA TÉCNICA:
Título original: “Solaris”, União Soviética, 1972
Realização: Andrei Tarkovsky
Produção: Viacheslav Tarasov
Argumento: Fridrikh Gorenshtein e Andrei Tarkovsky, baseado em “Solaris”, de Stanisław Lem
Música: Eduard Artemyev
Fotografia: Vadim Yusov
Montagem: Lyudmila Feiginova
Duração: 166 minutos
FICHA ARTÍSTICA:
Donatas Banionis
Natalya Bondarchuk
Jüri Järvet
Vladislav Dvorzhetsky
Nikolai Grinko
Anatoly Solonitsyn

Trailer de "Solaris", de Andrei Tarkovsky

Programação:  
Julho 2017   
Ciclo Ficção Científica 

21 de Julho, “Blade Runner: Perigo Iminente”, Ridley Scott, EUA, 1982, Sessão 304 (M/12) 

28 de Julho – Não há Sessão (Feira Medieval)   

Agosto 2017   
Ciclo Grandes Filmes 

04 de Agosto, “Pepe, Le Moko”, Julien Duvivier, França, 1937, Sessão 305(M/12)  
11 de Agosto, “Caso de Vida ou Morte”, Michael Powell, Emeric Pressburger, Reino Unido, 1946, Sessão 306 (M/12) 
18 de Agosto, “O Comboio Apitou três Vezes”, Fred Zinnemann, EUA, 1952, Sessão 307 (M/12) 

25 de Agosto, “A Estrada”, Federico Fellini, Itália, 1954, Sessão 308 (M/12)  


Ningún comentario: