13 de xul. de 2017

PATRIMONIO

Monforte do río Livre, no corredor de Chaves


ENCONTROS  POLIORCÉTICOS   

 Com coordenadas N 41.762406  e W -7.356006, chega-se a este posto militar desde Chaves pela N-103 em direcção a Vinhais e Bragança, antes de chegarmos a Águas Frias, ou por Paradela de Monforte e Casas de Monforte, onde poder-se-á apreciar um visual poliorcético interessante no ascenso. Um caminho de terra batida nos conduz ao enclave. Sediado a 9,36 qm. do Forte de S. Neutel, 5,26 Qm. da Torre de Santo Estêvão e a 7,50 qm. da fronteira mais próxima, fica a contradizer a posição do Alto do Circo e de Monterrei. Esse Alto do Circo, com 695 m., dominava uma  passagem, um corredor de uns 12 qms. de terra portuguesa e visibilizava o Alto do Reconço e o Brunheiro. No entanto, desvendar-se ía a insuficiência destas defesas apartir da Guerra de Sucessão e a necessidade de implantar elos de coordenação entre os sistemas de Monterrei/ Chaves (quer dizer, junto de Montalegre e Medeiros); os de Bragança / Puebla de Sanabria e, finalmente, Miranda / Torregamones / Carbajales de Alba. 

 Assim, foi-lhe acrescentado um reforço de época moderna, consistente numa distribuição de 2 bastiões que  faziam um perímetro de 330 metros e uma superfície de 4.226 m2. O recinto principal dispunha um outro perímetro de 130 m. e uma área de 775 m2. As medições da redentura Leste falam-nos de 132 m. de comprimento e o pressumível meio baluarte dispõe de 135 m. Para determinarmos a planta da praça de armas escolher-se-á o cruzamento de linhas (34,6 m. por 36 m.), a distância entre contramuralhas (25,45 m. por 13 m.) e a medição dos quatro lados, o Norte com 18,73 metros, o Leste com 27,66 m., o Sul com 19,22 m. e o Oeste com 32,70 m.. Portanto, uma planta trapezoidal de lados desiguais. Aliás, uma cerca externa curva e descendente com 270 m. cria uma área total de 10.080 m2. A torre anexa tem uns 25 metros de altura e manifesta alguma patologia de quebros interfiadas e perpendicularizados, com o seu cordão, seteiras, 2 janelas gémeas para o Norte, uma porta talvez esguia com uma aduelagem de 8 peças e um fecho de matacães com mísulas de navío em três. Em cada canto ou esquina 5 destas ficam em esviagem. O telhado é de tipo pavilhão a quatro águas e trapeira assente. Este forte tem duas portas, uma do lado Sul, com arco de meio ponto externo mais pequeno que o da contramuralha. A porta Oeste, com arco  quebrado externo e contramuralha de arco de volta  perfeita. Umha escada do lado Leste, com 22  degraus,  leva-nos ao adarve ou passeio de ronda e à Torre de menagem. São escadas em cantilever. As restantes foram inutilizadas, constando 4 delas a condizer e a formarem duas V a cada lado longo do recinto. Aparecem da mesma maneira caixas a criar andares imaginários onde contrastam-se planos inclinados e horizontais. A fábrica dos muros fala de um aparelho regularizado mas não exactamente isódomo, onde alternam-se paralelepípedos de forma cúbica e rectangular que absorvem por vezes duas fiadas. O grossor dessa fábrica  pode atingir os 2,28 m. até os 2,38  m. 

Registo  da  Propriedade  Intelectual

Ningún comentario: