24 de maio de 2017

CAMINHA

“PROJETO BORRELHO-DE-COLEIRA-INTERROMPIDA” EM DEBATE EM CAMINHA

Esta atividade insere-se nas comemorações do Dia Internacional da Biodiversidade que o Município de Caminha está a promover


Infogauda / Caminha

 O “Projeto Borrelho-de-coleira-interrompida” vai estar em destaque em Caminha, no dia 27 de maio. O dia vai ser preenchido com uma palestra e uma visita de campo, a cargo de Manuel Ángel Pombal Diego. Trata-se de mais uma iniciativa no âmbito das comemorações do Dia Internacional da Biodiversidade.   

 Caminha está a assinalar o Dia Internacional da Biodiversidade com várias atividades: exposição de fotografia “As flores que a natureza nos oferece”, de Carlos Venade, patente ao público até final de julho no Centro de Interpretação da Serra d’Arga, em Arga de Baixo; workshop “Plantas Silvestres”, orientado também por Carlos Venade, que decorreu no passado dia 20 e, agora, com uma palestra e visita de campo designado “Projeto Borrelho-de-coleira-interrompida” que terá lugar no dia 27.   

 O “Projeto Borrelho-de-coleira-interrompida” vai decorrer durante o dia. Da parte da manhã, terá lugar pelas 10H30, uma palestra, a cargo de Manuel Ángel Pombal Diego, vice-presidente de ANABAM, no Auditório do Museu Municipal de Caminha e, da parte da tarde, pelas 14H30, decorrerá a vista de campo na Foz do Minho.   

 Esta atividade visa sensibilizar as pessoas para a necessidade de proteger o borrelho-de-coleira-interrompida (charadirus alexandrinus), uma pequena ave que, anualmente, nidifica nas praias de Caminha entre os meses de abril e junho. Pretende ainda divulgar o projeto que a Asociación Naturalista “Baixo Miño” (ANABAM) tem promovido na defesa desta espécie no território do concelho de Caminha, ao longo dos últimos anos. No âmbito da visita de campo será possível apreender a identificar e proteger os ninhos e, eventualmente, observar as aves no seu habitat natural.   

 O “Projeto Borrelho-de-coleira-interrompida” é organizado pela Câmara Municipal de Caminha em parceria com a Asociación Naturalista “Baixo Miño” (ANABAM).   

 A exposição de fotografia “As flores que a natureza nos oferece”, da autoria de Carlos Venade, conta com várias fotografias de flores silvestres existentes no concelho de Caminha, com destaque para algumas espécies: neotínea maculatam, nome comum neotínea-malhada; asterolinon linum-stellatum, nome comum linho – estrelado e, ainda, romulea columnae.

Ningún comentario: