30/10/2016

ARCOS DE VALDEVEZ

Mais 190 mil euros para apoiar a defesa da Floresta contra incêndios  


Assinatura do protocolo coas equipas de Sapadores Florestais

Maria João Brito / Arcos de Valdevez

 A Câmara Municipal celebrou protocolos com entidades detentoras de equipas de Sapadores Florestais, nomeadamente, a Associação Florestal Atlântica, a Associação Florestal do Lima e as Assembleias de Compartes dos Baldios das Freguesias de Cabreiro Gavieira e Soajo, bem como com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários.  

 Os protocolos celebrados com as entidades detentoras de sapadores florestais, no valor global de 126.667,00 euros, têm o objetivo de prevenir incêndios florestais, através da realização de ações de silvicultura preventiva, nomeadamente a criação de faixas de gestão de combustíveis, vigilância das áreas rurais, assim como ações de primeira intervenção, apoio ao combate e às subsequentes operações de rescaldo e vigilância pós-incêndio. Os Protocolos também estabelecem a limpeza de estradas e caminhos municipais numa extensão de aproximadamente 200 km. 

Assinatura do protocolo coa Associação Humanitária dos Bombeiros de Arcos de Valdevez

 Com a Associação Humanitária dos Bombeiros de Arcos de Valdevez celebrou um protocolo, no valor de 60.000,00€, para a ajudar a dar continuidade ao trabalho meritório que desempenha junto da população. 

 Este protocolo é de cooperação entre as duas entidades e tem em vista dotar o Corpo de Bombeiros Voluntários de Arcos de Valdevez de meios financeiros que permitam a prossecução dos seus fins, com o propósito de servir a população em geral e em particular a do Município de Arcos de Valdevez. Com este protocolo as duas entidades irão cooperar nos domínios do aviso, alerta, intervenção, apoio e socorro através do corpo de Bombeiros Voluntários; Colaborar com o Serviço Municipal de Proteção Civil, na implementação e coordenação de programas de prevenção e vigilância de fogos florestais; Assegurar, com plena eficácia, as comunicações telefónicas, via rádio ou outras, na Central de Comunicações, 24 horas por dia, todos os dias do ano e Assegurar a emergência pré-hospitalar, como reforço complementar ao SBV – Suporte Básico de Vida, de forma a garantir a continuidade de parâmetros de qualidade na assistência pré-hospitalar à população. 

 Com estes investimentos o Município pretende dotar as populações dos melhores meios de salvaguarda de pessoas e bens, bem como proporcionar uma assistência eficaz em caso de necessidade.

Ningún comentario: